Carrapato

São parasitas externos que podem atacar animais domésticos, silvestres e o homem. Atualmete, são conhecidas cerca de 800 espécies em todo o mundo. Fixam-se em seus hospedeiros por um tempo relativamente longo para alimentar-se de seu sangue. Essas pragas são problema de saúde pública. Os tipos mais comuns são:

TIPOS DE CARRAPATOS:

Nome popular: carrapato-de-cavalo, micuim ou carrapato estrela.

Descrição: as larvas possuem 3 pares de pernas e medem 1mm. As ninfas (2-5mm) e adultos (1-1,5cm) e apresentam 4 pares. O escudo cobre toda a face dorsal no macho e somente 1/3 da face dorsal da fêmea, ninfa e larva.

Importância: esta espécie é a que mais comumente parasita o homem. A espécie é comum no Brasil e é um vetor de diversas doenças como a Babesiose eqüina e a Febre Maculosa, sendo está última considerada uma zoonose. As infestações são mais frequentes nos meses secos e frios. Em geral, produzem intenso prurido, com formação de lesões nos locais das picadas

Nome popular: carrapato-vermelho-do-cão ou carrapato do cão urbano.


Descrição:
 carrapato de 3 hospedeiros, parasita de cães e gatos urbanos. Os adultos têm uma forte tendência para escalar muros e cercas, frequentemente abrigando-se em frestas e forro dos canis, debaixo de móveis e outros locais. As fêmeas ovipõem de 2.000-3.000 ovos.

Importância: espécie de grande importância veterinária. É o vetor de hemoparasitas (parasitas que vivem na corrente sanguínea) em cães.

× Como posso ajudá-lo?